Facebook Twitter RSS

Especial Invenções #2 - Cabeças em Jarros e Máquina de nariz

Hoje temos a invenção mais importante do futuro (pelo menos para nós do presente) e que ajudará aos habitantes da futura Terra a contar a história de nossa civilização, e outra invenção que ficou apenas no laboratório de Farnsworth.

Cabeças em Jarros



Descrição: Tecnologia que permite manter vivas as cabeças de humanos. Também é possível preservar a cabeça de pessoas mortas antes da data da criação dos jarros. O criador, Ron Popeil, deverá inventar essa tecnologia ainda nesse século.
Como usar: Simplesmente se coloca a cabeça da pessoa no jarro. O líquido dentro do jarro é conhecido como H2OGFAT, é oxigenado e rico em nutrientes. Porém não é só esse líquido que mantém as cabeças vivas. O pó de opala tem que ser misturado no líquido para que se forme uma bolha de estase temporal que permite o cabeça se lembrar de suas realizações. Se uma pessoa com corpo lamber esse líquido com pó de opala, a pessoa voltará no tempo até o tempo da cabeça preservada. Por exemplo, Farnsworth lambeu a Cabeça de George Washington e foi parar em 1775. No episódio A eleição existem cães usufruindo dessa tecnologia.
Ano de criação: Em algum lugar do século XXI
Inventor: Ron Popeil

Cabeças Famosas:
Al Gore

Eric Cartman (sim o de South Park, no canto direito clica pra ampliar)

Matt Groening e David X. Cohen

Dick Clark

George Washington

Harry S. Truman

Leonard Nimoy

Leonardo DiCaprio

Lucy Liu

Pamela Anderson

Vossa Excelência Richard Nixon

Snoop Dogg

Thomas Jefferson



Máquina de Nariz





Descrição: Máquina que produz narizes que brilham no escuro. Além disso ela traduz idiomas alienígenas.
Como usar: Depois de acionar uma alavanca, a máquina começa a moldar o nariz que segundos depois está pronto. A única razão que Farnsworth apresentou para construir essa máquina é que seria interessante se usar um nariz brilhante em um que não brilha (é um gênio não?). Bender disse que usaria os narizes para socar a cara dos outros no escuro. A máquina produz um líquido corrosivo que parece lixo tóxico, cheira a lixo tóxico e, segundo Hermes, tem um gosto de pudim de figo delicioso, mas com um gostinho de lixo tóxico. Quanto a tradução da língua alien, o equipamento escaneia o documento original, e começa a trabalhar na tradução. Dependendo do idioma pode levar cinco segundos ou até um milhão de anos. Quando a tradução for concluída, a máquina emite dois bipes rápidos.
Ano de criação: 3003
Inventor: Hubert J. Farnsworth

0 comentários: